Meu Perfil
BRASIL, Centro-Oeste, GOIANIA, Homem



Histórico


Categorias
Todas as mensagens
 Link
 Evento
 Citação
 Avaliação
 Objeto de Desejo


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 Pequiman
 Kaio
 Randall
 Matheus Azevedo (música boa)
 Michi
 Trivela
 Zeca Camargo
 Lúcio Ribeiro
 Lisandro Nogueira


 
 
Um Tiro no Escuro


LEIXÕES

http://www.leixoessc.pt/v3/main/mostra_noticia.asp?idnoticia=727

Classificação:

Agora eu sou internacional. Os inimigos podem ficar com inveja. Bom final de semana.



Categoria: Link
Escrito por Riccardo Joss às 16:14:35
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



NÃO CAI DO CÉU, DANIEL

http://www.sebodobac.com/

Classificação:

Para começar, vou esclarecendo que nunca conversei (nem virtualmente) com o Randall Neto, não conheço seu avô e nunca passei perto de Sorocaba. Descobri seu blógui através do Emiliano, que não faz idéia do motivo pelo qual colocou o link do Febre Alta no Cão Elegante. Who cares?

Quando li o Febre Alta me deparei com um cara palmeirense, que odiava o Ceni e o Senna, ouvia Beatles e lia Nick Hornby. Pensei logo que seria um blog que eu voltaria a ler. E foi o que aconteceu: tornou-se leitura obrigatória.

No final do ano passado, Randall lançou mais um dos seus livros: Não cai do céu, Daniel. Queria ir ao lançamento do livro aqui em Goiânia, mas foi no final de semana no qual rompi meu tendão de Aquiles.  Enrolei para adiquiri-lo via internet e o tempo foi passando. Já andava quase sem mancar e, enfim, comprei meu exemplar. Alguns imprevistos, mas o livro chegou.

A dedicatória já foi genial e copio aqui: “Para o Riccardo, um livro que não pretende a perfeição de um meio-campo Tição-Marçal-Valdeir, mas espera superar uma zaga Dick e Raimundo. Abc, Randall”. Futebol é minha vida e também tem muita importância na do cara. Está no livro.

Desde Febre de Bola, eu não lia um livro que parecia tanto comigo, por mais que isso pareça presunçoso. Minha relação com meu pai é complicada, como já citei várias vezes por aqui, e o livro fala um pouco disso. “ (...) toda situação envolvendo pais e filhos faz menção ao cheiro de loção pós-barba.” Até hoje sinto o cheiro de meu pai quando ele voltou a nos visitar depois de dois anos de ausência. Isso foi em 76. A sacada do Randall me deixou estupefato.

Queria mais futebol no livro, mas quando Daniel conta que desconfiou da “viadagem” do seu tio dede que resolveu torcer pro SPFC com a desculpa que era por causa do Telê dei muita risada. Antológico.

Quem me conhece sabe o quanto New Order, Ira! e Beatles são importantes na minha vida. O autor usa três letras de música na obra: Bizarre Love Triangle, Casa de Papel e In my life (que é das poucas músicas que já postei aqui). Waaal!

Li tudo muito rápido e sempre fazia conexão com coisas que o Nick Hornby escreveu. Gostei disso. Gosto de livros que mostram tomadas de decisões. Crime e castigo.  

Faltou, porém, algo no livro. É provável que os íntimos do RN saibam, mas eu fiquei curioso. A carreira do Lennon é mais criativa que algumas coisas dos Fab4? Hummm.

Por fim, comprem o livro. Mesmo quem me odeia, experimente, nem que seja para falar mal. A conta bancária do autor (do livro) agradece. Ele nem é meu amigo e torce pelo Goiás. Podem comprar. Tem no Sebo do Bac, que tá ali no link.

 



Categoria: Avaliação
Escrito por Riccardo Joss às 18:03:52
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]