Meu Perfil
BRASIL, Centro-Oeste, GOIANIA, Homem



Histórico


Categorias
Todas as mensagens
 Link
 Evento
 Citação
 Avaliação
 Objeto de Desejo


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 Pequiman
 Kaio
 Randall
 Matheus Azevedo (música boa)
 Michi
 Trivela
 Zeca Camargo
 Lúcio Ribeiro
 Lisandro Nogueira


 
 
Um Tiro no Escuro


Futebol em Buenos Aires

Esse papo de que brasileiro é o povo que mais entende de futebol, que aqui é o país do ludopédio bretão e outras bobagens é algo que nunca me convenceu. Qualquer jogo na Inglatera, Turquia e Argentina são bem animado e nem precisa sair do Brazil pra conferir, o YouTube está aí pra isso mesmo.

Depois de muito sonho, consegui ir pra Buenos Aires e tudo que eu já pensava foi conformado in loco. Mais que confirmou, o argentino curte muito mais futebol que nós aqui no Bananão. São bares com decoração futebolística, revista e jornal de futebol melhores que os nossos, mais canais de tv mostrando futebol (de todos os tempos) e o povo.

O povo é louco, apaixonado, orgulhoso das glórias dos seus times. Saí do hotel com uma camisa do Racing e pessoas faziam comentários sobre a história do time, uns faziam referências ao rival Independiente e até o educado e frio porteiro do hotel não conseguiu manter a postura. Ele era hincha do Independiente e brincou que eu não poderia entrar no hotel com uma camisa de La Academia.

Tomei meu banho e saí com a camisa dos rojos. A alegria do rapaz ao me ver de roupa trocada mostrava a paixão argentinha pelo futebol. O cara até me abraçou. Estava revelada a enorme paixão por esse esporte que mexe tanto com nossas vidas.

Nos estádios do Boca e do River também pude sentir como os portenhos vivem o futebol, sobretudo no Monumental, onde não havia tantos brasileiros, que enchem o saco na Bombonera, mal sabendo o que representa estar ali.

Em uma semana aprendi sobre o futebol argentino o que não aprenderia em nenhuma cidade brasileira, nem em Porto Alegre, capital mais futebolísitca do Brazil. Quero voltar mais vezes pra ir a Avellaneda, no Gasometro, conhecer mais do Ferro Carril Oeste e, um dia, ver um jogo e sentir ainda mais a empolgação e amor do argentino pelo futebol.

A imagem acima é uma das causas de eu ser tão louco por futebol. Em 78, ainda menino, fiquei apaixonado pela torcida argentina, mas fui por muitos anos meio que intimidado de torcer pra Argentina. Mas a gente cresce e se torna livre.

Vamos, vamos Argentina,

vamos, vamos a ganar,

que esta barra quilombera,

no te deja, no te deja de alentar.



Escrito por Riccardo Joss às 01:47:06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]